A empresa Saneago (Saneamento de Goiás) compra água da Caesb (Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal) para complementar o abastecimento no município de Novo Gama. E desde janeiro, quando o GDF deu inicio ao racionamento, a quantidade de água para abastecer o município goiano é menor nos dias em que é desligado o fornecimento na Santa Maria.

Antigamente a ETA (Estação de Tratamento de Água) da Saneago tinha capacidade de bombear cerca de 130 litros de água por segundo. E nesse período a empresa goiana já comprava água da Caesb, aproximadamente 30 litros por segundo. Hoje a ETA da Saneago produz 40 litros.

Esse é um dos motivos da falta de água na semana passada. Alguns moradores informaram estar há três dias sem água em Novo Gama. Há relatos da falta de água no Pedregal, Lunabel, Boa Vista e outros bairros. A população ficou revoltada, já que a Saneago não emitiu comunicados.

Nesta quarta-feira (01/11) tem racionamento na Santa Maria. A água ficará desligada por 24h e, mais uma vez, pode faltar água em Novo Gama. A situação pode se agravar em breve. A Adasa estuda a possibilidade de cortar a água por 48h, o que significaria até três dias sem água, já que leva um certo tempo para o serviço ser normalizado.

Leia também:

Municípios do Entorno do DF podem ficar sem água ainda em 2017