L1 News
Por em 25/01/2016 às 16:52

Será que este imóvel público não serve para nada?

Estrutura está abandonada há pelo menos quatro anos. Em contrapartida, governo municipal e estadual mantêm alugueis de outros imóveis.

Construído e inaugurado ainda na gestão do ex-prefeito Doka, para ser um posto policial que atenderia a população do Lago Azul, o imóvel localizado entre o Posto de Saúde da Família (equipe 12/13) e o Colégio Estadual, está desativado há cerca de quatro anos.

Inauguração do Posto Policial no Lago Azul em 2010. (Foto: Michael Felipe/Arquivo/L1 News)

Inauguração do Posto Policial no Lago Azul em 2010. (Foto: Michael Felipe/Arquivo/L1 News)

Já abandonado, a Prefeitura de Novo Gama chegou a anunciar em dezembro de 2014, que transformaria o local em um posto de saúde. A estrutura passou por uma pequena reforma. Porém, mais uma vez, foi deixada de lado e o posto de saúde não chegou a sequer ser inaugurado.

Imóvel sendo reformado em dezembro de 2014. (Foto: Secretaria de Infraestrutura Urbana)

Imóvel sendo reformado em dezembro de 2014. (Foto: Secretaria de Infraestrutura Urbana)

O imóvel foi degradado durante o tempo e também foi alvo de vandalismo.

Em resposta ao L1 News, Dean André, assessor do prefeito Everaldo, informou que o imóvel passará por outra reforma. O projeto ainda é transformá-lo em um Posto de Saúde da Família. E onde funciona atualmente o PSF 12/13, será uma unidade de saúde com funcionamento 24 horas.

Enquanto o projeto não se torna realidade, fica a pergunta no ar: será que esse imóvel público não serve para nada? Para exercer diversos serviços públicos, o governo municipal e estadual mantêm alugueis de vários imóveis. Achamos que ele possa ser bem mais útil do que apenas um “esqueleto”.

Imagem registrado em janeiro deste ano. (Foto: Nilton Bomfim / L1 News)

Imagem registrado em janeiro deste ano. (Foto: Nilton Bomfim / L1 News)

Imagem interna registrada em janeiro deste ano. (Foto: Nilton Bomfim / L1 News)

Imagem interna registrada em janeiro deste ano. (Foto: Nilton Bomfim / L1 News)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *